Posted by : LKMazaki quarta-feira, 11 de julho de 2012

Olá pessoal! Demorou, mas enfim o último capítulo do arco principal de Mastered Negima Destiny chegou (último porque o 17 será um capítulo com extras ;D)! Não vou negar que, apesar de todas as dificuldades para postar nos prazos (e hiatos no passado, nem gosto de lembrar) eu estou bem feliz em ter chegado ao fim do terceiro arco da série Mastered Negima!

Maass. . . Antes de sair com esse papo todo de agradecimentos e etc, vamos ao texto, que é o principal.


Mastered Negima Destiny

Destiny 01 - kono-ai-setsu - pdf(mediafire)
Destiny 02 - kono-ai-setsu - pdf(mediafire)
Destiny 03 - kono-ai-setsu - pdf(mediafire)
Destiny 04 - kono-ai-setsu - pdf(mediafire)
Destiny 05 - kono-ai-setsu - pdf(mediafire)
Destiny 06 - kono-ai-setsu - pdf(mediafire)
Destiny 07 - kono-ai-setsu - pdf(mediafire)
Destiny 08 - kono-ai-setsu - pdf(mediafire)
Destiny 09 - kono-ai-setsu - pdf(mediafire)
Destiny 10 - kono-ai-setsu - pdf(mediafire)
Destiny 11 - kono-ai-setsu - pdf(mediafire)
Destiny 12 - kono-ai-setsu - pdf(mediafire)
Destiny 13 - kono-ai-setsu - pdf(mediafire)
Destiny 14 - kono-ai-setsu - pdf(mediafire)
Destiny 15 - kono-ai-setsupdf(mediafire)
Destiny 16 - pdf(mediafire)



Elaborado e escrito por: Lilian K. Mazaki - http://twitter.com/LKMazaki - http://lkmazaki.blogspot.com
Aviso legal: Mahou Sensei Negima não me pertence, essa é uma obra de fã sem fins lucrativos.

Mastered Negima Destiny

Cena 16: Uma nova manhã sempre chega


Era uma ensolarada manhã de domingo. Pouco passavam das dez horas e o centro da cidade acadêmica de Mahora estava cheio de estudantes que aproveitavam o clima mais quente do fim de primavera para se divertir no dia de folga das aulas. Para eles aquele era apenas mais um fim de semana feliz, mas para a parcela de habitantes com habilidades mágicas da cidade (que não são poucos) aquele era definitivamente o dia mais feliz do ano.

Fazia menos de vinte a quatro horas desde que o lendário assassino Ice Soul havia sido detido por membros da Ala Alba. Os magos sorriam e vibravam à passagem de algum dos cinco corajosos jovens que haviam enfrentado e detido o criminoso. A verdade é que a maioria deles sentia uma grande dose de vergonha do fato de cinco adolescentes terem superado centenas de magos adultos, mas o importante para todos é que finalmente o desgastante incidente com o Ice Soul havia sido resolvido. Este estava agora preso e vigiado por uma dúzia de magos, aguardando sua transferência para a prisão mais segura existente na face da terra, o que aconteceria na manhã da próxima segunda-feira.

Diferente dos estudantes comuns, os membro da Ala Alba aproveitavam o domingo para fazer algo que faziam praticamente todos os dias – reunir-se no laboratório onde a grande máquina mágica das pistas deixadas pelo Thousand Master estava sendo construída. Não que o grupo tivesse se tornado preso à rotina, mas poder conversar de maneira completamente despreocupada depois de semanas em torno do incidente com o assassino tinha um gostinho especial para todos. As conversas eram animadas em misturavam-se no ar de modo quase caótico. Ninguém diria que a menos de um dia o grupo estivera passando por um momento de tanta tensão:

― Nossa, Hakase, que tipo de pessoa passa o domingo de descanso montando engenhocas mágicas, ein? ― questionou Haruna Saotome, observando com desdém a figura quase invisível da garota-gênio, entranhada nas pessas do Artefato Localizador.

― Olha que fala, Haruna. Isso que estou vendo na sua frente são páginas de um doujinshi? ― respondeu a garota-gênio, do meio das peças, fazendo sua voz ressoar abafada. Os planos deixados cifrados pelo próprio Thousand Master se mostravam muito mais simples e objetivos do que a cientista esperaria e a construção estava caminhando numa velocidade muito boa. Em mais duas semanas poderiam finalmente começar a localizar os misteriosos artefatos escondidos pelo grande mago Springfield:

― Ora, como diria o ditado: “Quem fizer o que gosta nunca terá que trabalhar!” ― retrucou Haruna, dando toques à nanquim em uma página.

― Acho que é a mesma coisa para a Hakase-san, Haruna. ― comentou Nodoka com seu típico tom sereno.

As conversas iam de tópicos banais como comida até incansáveis rodadas de escárnio por parte de Kotarô sobre a derrota de Ice Soul:

― Hah! Aquele lambido ficou bem quietinho quando o selo prendeu ele! Antes 'tava todo gabadão, mas ficou bem mansinho!

― Tá, agente já ouviu isso umas vinte vezes, garoto. ― resmungou Chisame, sem tirar os olhos da tela do notebook.

― Vocês deveriam falar sobre essa maravilha que eu estou quase chegando à reta final da construção. ― intrometeu-se Hakase, saindo do meio das grande peças de metal. Negi sorriu virando-se para apreciar a construção.

― Eu nunca vou cansar de agradecer por todo o seu esforço, Hakase-san. Você é realmente um gênio! ― disse o rapaz para o deleite da cientista e ciúmes geral das outras garotas presentes.

― Hunf. ― bufou Chisame distraindo-se da postagem que escrevia para seu blog de ídolo.

― Eu não vejo a hola de essa máquina ficar plonta! ― disse Kuu Fei erguendo-se e fazendo uma pose de luta aleatória. ― Vamos finalmente poder desblavar outlos mundos em busca dos misteliosos artefatos!

― Ah. . . ainda precisamos conversar sobre o “vamos”, Kuu Laosu. ― disse Negi meio apreensivo.

― Até parece que você vai conseguir convencer alguma de nós a não ir nessa, né Negi? ― debochou Kasumi, tirando os olhos do tablet que usava para editar sua próxima coluna no jornal estudantil de Mahora.

― Aff. . . ― suspirou o professor-mago já sabendo da derrota. ― Ah, Asuna, você tá acordada? ― perguntou o garoto olhando para a garota ao lado. Foi só então que todos lembraram da presença da ruiva, que estava calada a horas.

― Ah, tô sim. Só escutando as bobagens que vocês dizem. ― disse a ruiva erguendo a cabeça que estava apoiada nos braços, sorrindo.

Ainda que Negi soubesse que não havia o que ser feito para animar sua amiga, ele não conseguia deixar de ter uma leve preocupação pelo seu estado ainda visivelmente abatido:

― Alias. ― continuou a bakared. ― Onde está o casal estrela que não apareceu até agora? Será que elas não se importam com seus amigos?!

― Ah, deixa elas. Devem estar curtindo essa vida de casal abobalhada por aí. ― sentenciou Haruna, voltando a retocar os detalhes de mais uma página do seu doujinshi.

― Voltando a falar do Artefato Localizador. ― disse Yue, retomando o assunto. ― Deve faltar agora uma semana ou um pouco mais para terminar de montar, não é Hakase?

― Isso mesmo! Depois só vou precisar fazer alguns testes de segurança e já poderemos colocar essa belezinha para funcionar!

― E vamos sair pelos mundos atlas de glandes batalhas! ― disse Kuu erguendo o punho.

― Espero que não tenham mais tantas coisas assustadoras de agora em diante. ― comentou Nodoka, com sua voz sempre tímida.

― Quanto aquele maricas do Ice Soul? Fala sério! Eu só ficaria surpreso que aquela shikigami voltasse do além! ― debochou Kotarô.

― A Pe-chan?! Ah vai, não vamos falar dela! ― disse Kasumi levemente irritada com o assunto.

― Ah, vai dizer que você foi mais uma das que ela conquistou, Asakura? ― riu-se Kotarô e a roda de deboches e reclamações tornou-se ainda mais fervorosa.

Assim como sempre era com os membro da Ala Alba.






A brisa passava de leve, levantando os fios negros e compridos do cabelo de Konoka num movimento preguiçoso. A maga branca achava uma sensação muito engraçada a de admirar-se com os sons quaisquer que escutasse das árvores, ou mesmo dos distantes passos de outras pessoas que passeavam pelo parte da parte oeste do Mahora.

Ela e Setsuna haviam escolhido passar aquele primeiro dia de “liberdade” apenas as duas, fazendo um pic-nic no parque mais calmo de Mahora, sem se importar muito com olhares alheios ao comportamento íntimo que ojou e guarda-costas pudesse estar tendo. Só hoje ela havia milagrosamente conseguido convencer a shinmei a ser um pouco menos preocupada neste quesito, afinal precisavam de uma compensação depois de todo o pesadelo que haviam encarado nos últimos tempos.

Por falar em compensação, havia um tipo específico de compensação que nem mesmo a paciência infinita da Konoe estava mais suportando:

― Ah, Kono-chan, eu realmente não sei o que posso fazer para redimir tudo o que eu fiz. ― choramingou Setsuna Sakurazaki de maneira trágica. Konoka deu uma risadinha cansada à mais esta lamuria.

― Talvez possa começar parando de se desculpar tanto, Set-chan. ― foi o que respondeu, deixando o tronco curvar-se um pouco na direção da hanyou, quase encostando a cabeça no seu ombro, o que já foi o bastante para distrair e fazer corar a outra.

― Ma-Mas. . .

― Sabe, você está tão preocupada com isto que eu vou começar a achar que o fato de termos encontrado a Tsukuyomi naquela cidade tem algo mais perigoso do que eu estou sabendo. . . ― provocou a maga e Setsuna visivelmente empalideceu. A verdade é que a shinmei havia jurado a si mesma que Konoka nunca saberia sobre a “negociação” que fora obrigada a fazer pela informação do Ice Soul.

― HAH! Até parece que você não sabe da loucura daquela mercenária, Kono-chan! ― respondeu Setsuna, tentando rir de uma maneira mais descontraída do comentário perigoso que ouvira. Para sua sorte Konoka jamais pensaria serio sobre o assunto.

― Isso é verdade. . . ― concordou a ojou, distraindo-se da conversa para observar um pouco da bela paisagem ao redor. Árvores cheias de flores e uma grama alta e verde. Sentiu-se a pessoa mais sortuda do universo por simplesmente poder estar ali, ao lado da pessoa que tanto amava, que tanto lutara para ter perto de si. Alias, de repente Konoka começou a refletir sobre o quanto teve que lutar contra tudo, todos, ela própria e principalmente a teimosia de Setsuna para que ficassem juntas. Sua sobrancelha se apertou de leve. ― Sabe, você tem razão Set-chan.

― Tenho? Sobre o que? ― perguntou a hanyou que estava distraída o bastante observando a beleza angelical da pessoa ao seu lado.

― Sobre pedir desculpas. ― disse Konoka curvando mais as sobrancelhas, para o temor da espadachim, que sentiu o estômago afundar. Claro que ela só viu isto e ignorou o sorriso que também se abrira no rosto de Konoka.

― A-Ah! Eu sinto muito Kono-chan! Eu sei que sou uma idiota!

― Hih, isso é verdade. Você sempre consegue encontrar um jeito de fugir de mim. Só espero que não faça isso outra vez, Set-chan. Por que da próxima vez eu mesma vou agir para resolver as suas bobagens.

Setsuna ficou de sobrancelhas erguidas. Konoka ria, mas sabia que havia um grande tom de verdade na sua voz isso fez a guerreira ficar realmente amedrontada.

― Kono-chan, fico pensando se vão tentar nos separar de novo, como antes. ― disse Sakurazaki sem pensar nas próprias palavras. O questionamento brotou naturalmente.

― Por enquanto acho que não. E ainda que tentem, nós sabemos que a ameaça deles é coisa pouca comparada ao que aconteceu. ― avaliou Konoka sendo sensata.

As duas trocaram um olhar demorado onde mesmo a hanyou demonstrou que não temia mais a esses pequenos problemas. Sem que esperasse ela recebeu um beijo suave da sua enfim-namorada. Demorou alguns minutos para que a shinmei fosse capaz de raciocinar novamente e voltar ao assunto.

― Parece que agente tem um imã para problemas incomuns e terríveis. ― refletiu Setsuna relembrando rapidamente de todas as situações incomuns que de alguma maneira incomum uniam o desenvolvimento do relacionamento delas e os acontecimentos em torno das pistas de segredos que o Thousand Master deixara.

Tudo começara quando elas, que ainda não tinham revelado seus sentimentos uma a outra foram até uma antiga livraria na companhia de Negi e Asuna. Um dia que parecia agora insignificante, mas que fora o ponto de partida para a trama envolvendo um incomum shikigami com personalidade. Trama essa que terminara junto com o achado de uma nova pista deixava por Nagi Springfield.

Depois, durante o fim de ano, fora a ida a Kyoto do trio biblioteca para decifrar os enigmas deixados pelo TM que fizera Nodoka aconselhar Setsuna e fazê-la refletir sobre a grande bobagem que faria se fugisse de Mahora para sempre. Foram as palavras sábias da livreira que fizeram a boba Setsuna dar mais uma chance a si mesma e a Konoka.

Bom, talvez o incidente com Ice Soul não tivesse assim tão haver com a máquina construída para encontrar os artefatos escondidos pelo Thousand Master, mas de certa forma aquele assassino fazia parte dos seus destinos, assim como fizera do Mestre dos Milhares.

― Que bom que somos capazes de mudar o próprio destino. Set-chan. ― disse Konoka, surpreendendo a shinmei e fazendo-a questionar-se se a namorada sabia ler agora pensamentos.

Mas mesmo que não soubesse ler seus pensamentos, Konoka dissera exatamente o ponto: em todos esses casos, dos mais leves aos mais extremos, elas sempre haviam conseguido mudar o que parecia condenado ao fracasso. Sempre juntas, mesmo nas maiores burradas que ela tentasse cometer. Tudo havia dado certo até ali porque elas estavam juntas, acreditando naquele sentimento louco que fazia uma herdeira de duas Associações de Magia do Japão declarar seu eterno amor a uma simples mestiça de humano com Uzoku, a raça dos homens-corvo.

Setsuna acabou por deixa-se levar pelos bobos pensamentos sobre o quanto o amor poderia mudar dos destinos daqueles que entendiam o verdadeiro calor de estar apaixonado.




[Mastered Negima Destiny – FIM]


Comentários finais

Confesso a vocês que o texto não ficou tão bom quanto eu gostaria, mas mediante as condições atuais, seria melhor publicar de uma vez do que arriscar entrar num hiato só com 1 capítulo para o fim da trama principal.

Enfim,

Gostaria de agradecer imensamente todos os que leram e (principalmente) fizeram seus comentários ao longo da série. Os diversos anônimos, o já da casa Fellipe Kajelani, o Carlírio que acompanhou a série antes do novo hiato que sofreu este ano, a B. Muniz que deu um incentivo e tanto também. Obrigada a todos pela incrível paciência ao ler esta história, os comentários de vocês foram essenciais para mim nesse caminho! (Alias, aproveitando o final do arco, bem que algum de vocês poderia me ajudar a convencer a chefa Se-chan a FINALMENTE ler Destiny! Como é que ela permite a publicação se não lê?!

O fim de um arco e pausa de Mastered Negima por algum tempo, pois a partir da próxima semana novidades de OUTROS fanworks que serão lançados pelo Kono-ai-Setsu irão aparecer nas seção de quarta-feira! Sim sim, uns projetos já antigos que acabei por não lançar antes finalmente terão a luz do dia e acredito que todos os fãs de um romance shoujo-ai fofo vão gostar.

Ah, sobre o capítulo extra de Destiny: ele não deve sair na semana que vem, mas não se preocupem que não demora. A verdade é que como são duas cenas extras em um só capítulo, acabei atrasando por não conseguir juntar as situações de maneira adequada. Faz parte.

Obrigada novamente pessoal! Até Mastered Negima Shadow e até a semana que vem com novidades!

3 Responses so far.

  1. @Ah_muniz says:

    AAAAAAH *-* sabe aquela sensação que se sente ao acabar de ler um ÓTIMO livro? Torna-se muito semelhante ao o que sinto agora... Mesmo não tendo imagens da cena descrita nem ouvindo o som das palavras escritas, mas ainda assim fechamos o livro ou relemos as melhores partes só pra nossa imaginação voar! Estou exatamente assim, estou agradecida pelo seu trabalho. Parabéns vc é ótima no que faz! Até a próxima ;**
    ~B. Muniz~

  2. Nem sei como me fazer desculpar, duplamente, pelo atraso em ler o capítulo 16, e por ainda não ter cumprido com minha palavra a você, Mazaki-san...eu me explicarei melhor quando lhe enviar meu texto, espero que até domingo, eu realmente sinto por isso, torço para que não tenha desistido ainda...

    Esse capítulo deixou uma sensação tão boa, de que finalmente se pode relaxar ao lado de quem ama, e ao mesmo tempo um desejo de "mais, por favor..." que só um texto bem escrito pode causar. Delicioso, do começo ao fim, uma verdadeira leitura para se guardar com carinho na lembrança. Parabéns, que seu talento ainda há de nos trazer muito para nos alegrar, emocionar e apaixonar.

    Até logo, Mazaki-san, já anseio pelo próximo projeto, e como parte das desculpas que lhe devo, importunarei a Se-chan até que ela leia Destiny. Pode deixar, começarei pelo post do Illustration #27, e só pararei quando ela tiver lido até o último capítulo.

  3. Veka says:

    Sou sua fã!! Adorei a forma como manteve a personalidade dos personagens de Negima, e como sua narrativa é envolvente e viciante. Como outros fico aguardando a continuação desse projeto e vou me perder nos outros projetos do grupo. Parabéns Mazaki-san e obrigada a você e a todos do KaS! Bjus...

Translate to your language:

Seguidores

Parceiros

Parceiros | Yuri

Kiyoteru Fansub
Gokigenyou
Moonlight Flowers
S2 Yuri
Yuri Licious
Yuri Private
Yuri Zone

Parceiros | Blogs e Sites

Anikenkai
Chuva de Nanquim
Elfen Lied Brasil
Gyabbo!
Jwave
MangaBa
Mithril
Mundo Mazaki
nbm² - Nobumami
Netoin!
Shoujismo
Você Sabia Anime?

Arquivo do Blog

Popular Post

- Copyright © | Kono - Ai - Setsu | - fonte para yuri, shoujo-ai e girls love desde 2007 -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -