Posted by : Se-chan sábado, 19 de março de 2016

Olá meus amiguinhos(as) fãs de yuri!

Hoje estou aqui para dar uma pequena dica para vocês, que curtem um pouco mais do que simples histórias de romance entre meninas, mas sim apoiam a comunidade LGBTQ ("Q" de "Queer", expressão que engloba toda a comunidade, basicamente).

Gaycation (um trocadilho com as palavras "Gay" e "Vacation", que torna algo como "Férias Gays") me chamou a atenção quando soube que ia ter uma série da Viceland com a Ellen Page. Na época, ela chamou a atenção da mídia com um trailer que mostrava Ellen Page enfrentando um político americano (Ted Cruz) anti-gays, além de ter trechos no Rio de Janeiro. Além dela, Ian Daniel, seu melhor amigo e gay também participa da série.
A série conta com episódios semanais de cerca de 45 minutos e os disponibiliza online de graça (link para os vídeos aqui). Para a felicidade dos fãs otakinhos, a série estreou com o episódio do Japão, mostrando a cultura fechada e restritiva, além de mostrar como as fujoshis extremistas japonesas são um tanto desconfortáveis (yeah, concordo depois de ver o episódio).

Até agora, a série tem mais dois episódios, do Brasil, que mostra a cultura feliz, mas ao mesmo tempo cheia de tragédias, agressões e ódio no país (tem uma entrevista com o Bolsonaro. Tadinha da Ellen Page...), e um episódio na Jamaica.

Aconselho a série para qualquer um que queira abrir sua mente para o mundo gay, e a realidade as vezes agressivas que o povo LGBTQ tem que passar em seu dia-a-dia. É interessante ver as diferenças culturais, além de ver a força da comunidade Queer contra um sistema que muitas vezes tenta escondê-los ao máximo. Estou vendo a série todas as semanas, e adoro ver esse tipo de coisa aparecendo mais para o público. A cada semana eu paro e penso:

"Para onde Gaycation irá me levar hoje?"

Mostre sua opinião para a equipe do Kono-ai-Setsu a partir de nossas redes sociais, ou nos comentários abaixo. E não se esqueça de nos dar uma mãozinha na divulgação, se achar nossas postagens interessantes, ok? (^.~)

Até logo! o/

Entre em contato por:

One Response so far.

  1. Oi! Eu realmente acredito que essa é uma boa ideia para se discutir e que a Ellen Page está certa em fazer esse documentário, mas em minha opnião esse documentário foge da verdade algumas vezes. Principalmente, sou hetéro e apoio a igualdade entre as pessoas, independentemente de sua opção sexual. De fato, os gays são atacados na sociedade, mas os gays (nesse documentario) são tratados com vitimismo em excesso. Só assisti o episódio do Brasil, para deixar claro, posso estar errado no que estou escrevendo e respeito outtas opniões. Também, a entrevista com o Bolsonaro, eu acho que a Page estava tentando escarnecer o cara. Na minha opnião, não acredito que o sujeito seja um homofóbico, apenas faz analogias que podem ser mal interpretadas. Na realidade, no final da entrevista, a Page disse que estava errada ao seu respeito para o mesmo, isso NÃO foi mostrado no documentario. Gostaria que assistisse a entrevista que ela fez com o Ted Cruz - https://youtube.com/watch?v=Iu1lsw3_Kfo. Eu particularmente não achei o sujeito homofóbico. Enfim, essa é minha opnião sobre o assunto discutido no documentario.

Translate to your language:

Seguidores

Parceiros

Parceiros | Yuri

Kiyoteru Fansub
Gokigenyou
Moonlight Flowers
S2 Yuri
Yuri Licious
Yuri Private
Yuri Zone

Parceiros | Blogs e Sites

Anikenkai
Chuva de Nanquim
Elfen Lied Brasil
Gyabbo!
Jwave
MangaBa
Mithril
Mundo Mazaki
nbm² - Nobumami
Netoin!
Shoujismo
Você Sabia Anime?

Arquivo do Blog

Popular Post

- Copyright © | Kono - Ai - Setsu | - fonte para yuri, shoujo-ai e girls love desde 2007 -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -