Posted by : Se-chan quarta-feira, 9 de setembro de 2015

Olá pessoal!
Se-chan voltando com um texto meio complicadinho, mas juro que vou tentar não deixar o texto chato e só crítico, ok?

Como falei em uma postagem anterior, A Lenda de Korra (The Legend of Korra), spin-off de Avatar - A Lenda de Aang/O último dobrador de Ar, esteve no ar pela SBT e teve uma repercussão um tanto polêmica quanto há uma postagem do site UOL, que continha alguns erros quanto as informações da série (o que revoltou os fãs pela falta de pesquisa).

Isso não deveria ser um problema, se a SBT não tivesse (infelizmente) cortado cenas da série para amenizar a mesma para as crianças (eu diria para os pais das crianças não ficarem chocados). Além disto, a série foi parada no estado de São Paulo ao final da terceira temporada, assim cortando todo o desenvolvimento final de Korra do Livro 4. Aqui no Rio Grande do Sul, onde moro, parou muito antes a exibição. Para quem conhece, a série foi interrompida em um episódio da segunda temporada, quando Korra decide que iria treinar com seu tio Unalaq (sim, não terminou nem a metade da segunda temporada). Assim cortando um dos episódios mais icônicos da série, onde conta a história do primeiro Avatar (o querido do Wan~~ *o*).

Os cortes que apareceram aqui no RS foram na primeira temporada, onde há alguns choques e dobras de sangue em personagens, o que deve ter sido considerado muito pesado para o público alvo do canal. Já em São Paulo, me informei com o ótimo pessoal do Mundo Avatar, e eles contaram em sua página no Facebook (eles fizeram postagens falando de cada episódio exibido pela SBT) que cortaram muitas coisas da terceira temporada, como a cena onde Korra foi sequestrada e amarrada pelo exercito do Reino da Terra, além de tirar uma das principais cenas Korrasami da série, onde Korra está meditando e Asami apenas fica ao seu lado, a observando. Uma cena que para as crianças não iria representar nada. Provavelmente nem iriam lembrar da cena no final da série.
Além disso, o Mundo Avatar me relatou que a SBT falou sim para o público no Bom Dia & Cia que a história de A Lenda de Korra era somente até o final da terceira temporada (com a protagonista de cadeira de rodas chorando?! É ISSO MESMO PRODUÇÃO?! Definitivamente ia ser louco se fosse verdade.. XD). Achei uma atitude hipócrita nessa era digital, convenhamos. "Montar" um final para a série, achando que a protagonista sofrer um ataque muito forte e acabar paraplégica é melhor do que mostrar o início de uma jornada amorosa? Ok...


Você pode estar pensando horrores da SBT neste momento, mas digo que poderia ser pior. Felizmente hoje em dia quem ficou interessado na série vai procurar por informações na internet e verá facilmente que o canal aberto não passou o conteúdo completo da série. Além de quem tem TV a cabo ter conseguido ver A Lenda de Korra sem cortes pela Nickelodeon, em um horário que condiz com o conteúdo, aos sábados e domingos às 22:30.

Mas nem sempre a vida de quem shippa yuri foi fácil, não é? E olha que o Brasil não é dos piores nesse quesito. Sabem do que estou falando?

Talvez você não saiba, mas uma das principais séries shoujo (que visa público feminino) da história dos animes sofreu nas mãos estrangeiras. E é parcialmente pelo mesmo motivo que The Legend of Korra: a amostra (discreta e delicada) de um romance entre mulheres. Estou falando de Sailor Moon.

Você ficou brabo com as cenas de Korra e Asami tendo sido um pouco cortadas da série? Possivelmente não sabe, mas a história de Haruka e Michiru é um bem mais complicada que nosso caso brasileiro, e chega a envolver a própria dublagem das garotas da série em vários países durante os anos 90 e início dos 2000, onde não havia tanta informação online como atualmente.

E quando digo vários, são vários mesmo.... Infelizmente.

O exemplo mais conhecido foi nos Estados Unidos, onde Haruka e Michiru (chamadas lá de Amara e Michelle) tiveram suas falas alteradas para que as duas fossem primas! Sim, primas. O problema é que quem conhece Sailor Moon, sabe que há VÁRIAS cenas românticas entre as Sailors Uranus e Neptune. E nem todas estas cenas foram cortadas na versão americana. Portanto, já está imaginando o que isto causou, não é mesmo? Além da polêmica envolvendo um possível relacionamento homossexual em uma série feita para o público feminino infanto-juvenil, Haruka e Michiru ficaram também marcadas pelo clima de incesto. Parabéns EUA. Quiseram diminuir a polêmica e só pioraram a situação. (XD) 
Felizmente, a Viz Media & Studiopolis está em processo de redublagem da série e deixará as personagens com seu relacionamento saudável amostra sem cortes em 2016. (Aeeee! \o/) E você pensa "Então foi só nos Estados Unidos o rolo, não?". Não, não foi só na terra do tio Sam o problema.

Na França, país que todos acham que é super liberal (e na realidade não é tanto assim), Haruka simplesmente ... se fazia de homem para esconder a identidade de Sailor Uranus! Sim, isso mesmo. Não sei exatamente como ficou retratado na série na dublagem, mas imagino algo parecido com as Sailors Starlights. Apesar de que deve ter ficado confuso, e não muito bem esclarecido que Haruka era mulher na verdade. Até por que tem muitos vídeos divulgando que ela é mulher na verdade. Não é tão ruim (sou uma pessoa otimista? XD), mas realmente imagino como deve ter sido extremamente bizarro para quem depois foi procurar pela série online e descobriu que Haruka era uma mulher. (dou risada só de imaginar! XD)
Por isto, jovem fã de A Lenda de Korra, não fique tão triste. A série foi cortada sim, o que é uma lástima, mas pelo menos houve uma divulgação em TV aberta, o que é uma coisa muito rara hoje em dia, onde não temos animes passando nesses canais.

A Lenda de Korra, na minha opinião, é uma série para público a partir dos 10-12 anos, e não para ser colocada junto com Bob Esponja e Tom e Jerry, que apesar de sim conterem algumas piadas maliciosas, não contém o nível de complexidade e maturidade no enredo que The Legend of Korra tem. A própria Nickelodeon americana retirou a série de sua grade de exibição na TV por causa da violência e a passou online a partir da metade final do livro 3. Isso mostra que foi realmente um erro de estratégia e marketing do canal aberto para/com a série, infelizmente.
A mídia televisiva ainda tem muito o que aprender. Infelizmente, os canais abertos ainda acham que animações são sempre para o público infantil, mesmo que tenham um conteúdo adulto. Por isto o corte, infelizmente, em A Lenda de Korra. Se passassem a animação em um horário "adequado" para o real público alvo, como a Nickelodeon o fez no Brasil, talvez não houvesse problema nenhum de cortes. Como ocorreu este erro, infelizmente, A Lenda de Korra pode sim ser colocado como um paralelo ao caso de Sailor Moon fora do Brasil.

Mesmo assim, não tivemos nenhuma alteração na história (tirando o fato de não exibirem o livro 4). Pode não ser tudo de bom, mas com certeza poderia ter sido pior. Sem alteração nas falas, tenho certeza de que A Lenda de Korra conseguiu conquistar muito mais fãs nesta exibição na SBT.

E, quem sabe um dia, algum canal aberto não o passe num horário melhor e sem cortes?

Não custa nada acreditar!

5 Responses so far.

  1. "Mesmo assim, não tivemos nenhuma alteração na história (tirando o fato de não exibirem o livro 4). "

    Tirar 25% final da série quase pode ser chamado de "nenhuma" kkkkk

    Pior que a solução não é tão simples quanto uma troca de horários, por que duvido que fossem abrir mão de exibir outra coisa pra exibir "um desenho qualquer". Infelizmente, isso já é algo que tá bem na cabeça da nossa sociedade, e, a não ser que venha alguém muito loucão querendo fazer algo diferente na TV, duvido que vá mudar.

  2. Se-chan says:

    Oi Alain, obrigado pelo comentário!

    Sei que tirar 25% da série não é nada de "pouco", mas como já estou cheia de não ter nada de girls love no Brasil, pra mim chegar na terceira temporada já foi demais.

    Infelizmente não pude ver, já que onde moro parou muito antes (TRISTE!! =.=)

    Na TV aberta também acho difícil mudar a pouco prazo, mas já fico feliz em ver que a Nickelodeon exibiu no Brasil a série inteira na TV, diferente dos EUA que fugiram e exibiram online. Mostra que a mídia BR não é tão escrota assim, ou é menos escrota, pelo menos. XD

  3. Sempre antenado no blog, mesmo quando vocês tão em ritmo lento *e não culpo ninguém, por que meu blog anda igual, se não pior, muito pior*

    Sim, sim. Lembro que, na época que passaram a transmitir apenas online, foi uma confusão, revolta, com motivo, de muitos fãs. Mas, ao mesmo tempo, acho que isso deu uma certa liberdade a mais pra fazer de Korra tão bom quanto foi.

    Foi bom ver que ao menos Korra chamou a atenção na mídia *mesmo em parte não de boa forma*, por que, desenhos em geral estão um tanto quanto desvalorizados atualmente.

  4. Sacanagem!!!! Por essas e outras eu não vejo mais tv aberta, dificilmente vejo tv hoje em dia, só uns coisas aleatorias bem rapido e olhe lá. Lembro quando o sbt inventou de passar naruto e a "faca" rolou solta nos episodio, com zoom em cenas duvidosas, enquadramentos esquizitos....tudo em prol da censura :-/
    Ainda bem que eu vi korra durante o lançamento e nem sabia dessa ideia do sbt de exibição, mas não fiquei surpreso com a censura e nem com a decisão de parar com a serie sem termina-la, isso é coisa normal na tv brasileira, ou param a serie do nada, ou começa aqueles interminaveis loops de repetição no melhor estilo CDZ da antiga tv Manchete.

  5. Hidekee says:

    Mas que coisa sem vergonha suprimir o livro 4. MAS... Vale lembrar que o mesmo livro não foi (inicialmente) exibido na TV da Nick, o que fez inclusive que este último fosse mto melhor que os primeiros justamente pelos autores não estarem presos às amarras da exibição da TV, como o "Mad hatter" já comentou. E com certeza um dos motivos, além da violência crescente, era justamente que Korra terminaria com a Asami. Aposto que os velhos da Nick se recusaram a exibir algo homoafetivo e deu nisso. E olha que lá, diferente de Avatar, Korra já era voltado a um público adolescente e não infanto-juvenil como seu anterior.

    E só uma correção, Korra não é spin-off, mas sim continuação de Avatar. Spin-off é qdo está fora da linha cronológica oficial, que não é o caso de Korra, que mostra inclusive momentos em que Aang liderava a cidade e tem até sua estátua na entrada dela.

    Excelente texto ao lembrar dos perrengues que o casal lésbico de SM sofreu. Não lembro se foi exatamente na França como você mencionou mas lembro que a Haruka sim virou homem em alguns lugares justamente pelo tal caso amoroso dela.

    Bem, por sorte hoje temos internet e qqer um pode baixar Korra e assistir na íntegra, que inclusive prefiro pela dublagem original já amo a voz original da Korra.

Translate to your language:

Seguidores

Parceiros

Parceiros | Yuri

Kiyoteru Fansub
Gokigenyou
Moonlight Flowers
S2 Yuri
Yuri Licious
Yuri Private
Yuri Zone

Parceiros | Blogs e Sites

Anikenkai
Chuva de Nanquim
Elfen Lied Brasil
Gyabbo!
Jwave
MangaBa
Mithril
Mundo Mazaki
nbm² - Nobumami
Netoin!
Shoujismo
Você Sabia Anime?

Arquivo do Blog

Popular Post

- Copyright © | Kono - Ai - Setsu | - fonte para yuri, shoujo-ai e girls love desde 2007 -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -