Posted by : LKMazaki segunda-feira, 30 de março de 2015

Olá a todos!

Cá estamos mais uma vez para comentar a Tempestade das Lesbo-Ursas! O dia de lançamento deste post é também o dia em que foi ao ar o último episódio de Yuri Kuma Arashi. A ansiedade está no ápice e este episódio que vamos comentar agora tem grande parcela de responsabilidade nessa emoção toda!

Esse décimo primeiro episódio com certeza é o que maior comoção vem causando no público, em todas as partes. Não é sem motivos! Vamos logo aos fatos e aos  comentários. Segurem os corações!

#11 - O que nós esperamos


Começamos com uma introdução inesperada. Ginko diante de Kureha, no terraço da escola. Segurando fragmentos do livro de Reia. Em seus pensamentos ela pensa em Lulu, com pesar. E diz que, mesmo sendo tarde, gostaria de lhe contar sobre o dia em que abandonara o amor de Kureha e porquê.

(Já começamos bem, com a primeira intro em muito tempo a nós mostrar algo completamente novo. O episódio já promete desde aí!)


Depois da abertura já caimos em um flashback. Mais uma vez o encontro entre Kureha e Ginko, só que dessa vez estamos acompanhandos da voz de Ginko, que fala sobre os acontecimentos. Vemos então um trecho inédito desse encontro, onde Kureha tenta carregar Ginko nas costas, mas acaba caindo e desmaiando. Teria sido um fim bem precoce para aquela história, se Ginko não tivesse recebido uma inspiração naquele momento. Ela sentiu como se Kumaria lhe mostrasse o caminho e assim, reuniu todas as suas forças e começou a levar Kureha consigo, em meio à nevasca. Por fim elas chegaram à Porta da Amizade, onde Reia estava surgindo, procurando por sua filha.




Vemos então várias das lembranças de alegria que Ginko viveu ao lado de Kureha naqueles dias em que elas foram amigas. Pequenos momentos recheados de pura felicidade, que deram à pequena ursa a sensação de que ela havia encontrado aquilo que sempre faltara em sua vida.

Porém, a realidade tratou de mostrar-lhe que as coisas não seriam tão doces assim para sempre.

Em uma tarde, Kureha e Ginko estão observando a fonte quando um grupo de garotas surge ao longe. Kureha se preocupa e manda Ginko se esconder e não aparecer por nada. A pequena Ginko então apenas observa e testemunha uma cena de crueldade absoluta.


Kureha e julgada e condenada por sua maneira de pensar sobre os ursos.

(Essa é uma cena muito intensa e que me fez notar de imediato a diferença de linguagem que este episódio está nos propondo. Aliás, surgiram na internet diversas comparações desta cena com a cena também impactante de Utena, do julgamento e condenação de Anthy pela sociedade. A ideia de ambas as cenas é a mesma.)




Depois de toda a crueldade Kureha é deixada machucada e desacordada. Ginko então se aproxima, com o coração pesado, por pensar que aquilo era sua culpa. Se ela não fosse um urso, ela poderia ficar ao lado de Kureha sem que ela mais precisasse sofrer daquela maneira.


Então uma voz lhe pergunta: "O seu amor é verdadeiro?". Ginko responde sem hesitar e então, é dado início ao Julgamento.



Na Côrte da Segregação Ginko pergunta se aquele lugar é onde Kumaria vive e Life Sexy lhe responde que Kumaria foi perdida, que se tornou os meteoros que caíram sobre o planeta.

Então começa o Julgamento. Ginko pede para poder se tornar uma garota humana, pois assim poderá estar sempre com Kureha. Então os três membros da Côrte começam a lhe explicar as condições para aquele pedido se tornar realidade. As condições primárias são:

1 - Kureha iria esquecer de Ginko e tudo o que viveram juntas
2 - Ginko jamais poderia revelevar o segredo daquele acordo (como a Pequena Sereia, exemplifica Life Beauty)

Quando Kureha desperta ela de fato rejeita Ginko. Não parece lembrar quem ela é e simplesmente foje apavorada por estar perto de um urso. A voz de narrativa de Ginko sobrevem e ela confirma o que Lulu havia suspeitado e enunciado no episódio anterior: Ginko havia trocado o amor recebido de Kureha pela chance de tornar-se uma garota humana.




Os acontecimentos avançam. Nós vemos mais uma vez a despedida de Reia e Ginko na Porta da Amizade. Mas depois disso vemos a realidade dura que Ginko teve que enfrentar ao retornar ao mundos dos ursos. Sendo incapaz de negar o fato de amar uma garota humana, Ginko é rejeitada e expulsa da sociedade, voltando a ser um lobo solitário, um urso indesejado.

Porém isso não é o suficiente para desanimar a determinação de Ginko. Nós descobrimos os outros detalhes do Acordo:

4 - Ginko deverá esperar até o momento certo de retornar ao mundo dos humanos
5 - Ela deverá se tornar amiga de Kureha mais uma vez e
6 - Se ela conseguir o Beijo Prometido, aí sim se tornará uma garota humana

Ginko então espera, por um longo tempo. Ela então conhece Lulu e recebe o sinal: a Tempestade Invisível começou a agir. As duas então partem para o mundo humano. Revemos a cena da apresentação de Ginko e Lulu como alunas transferidas, só que dessa vez pelo ângulo de Ginko.






Toda essa sequência pontuada pela narração de Ginko. Esta falando o tempo inteiro sobre Lulu.

De volta ao presente, temos a KMTG fazendo uma seleção praticamente simbólica sobre quem irá ser a isca para capturarem o urso que falta. Sem surpresas, vemos que Kureha é a escolhida. Aliás, enfim vemos Kureha, que está desacordada e amarrada.



Entrementes, Ginko está tentando escapar do cerco cada vez mais fechado da KMTG. Mitsuko, que representa todo o seu desejo selvagem de devorar Kureha, instiga Ginko. Esta então passa a predar todas as suas caçadoras (será que ela matou todas elas?! Caramba ein!)




Até o raio eco-kumagical (Pfffffff, impossível não rir desse troço!) é usado. Porém nós ficamos cientes de que aquilo não passa de uma maneira de forçar Ginko a ir direto para onde elas querem, direto para a isca. Kureha, que está devidamente amarrada no terraço da escola.

Oki então demonstra como uma pessoa pode ser cruel dependendo da sua posição. Ela debocha e humilha Kureha. Depois rasga o livro de Reia. Alguns fragmentos do livro caem longe e um urso observa-os.




Enquanto isso, Ginko ("acompanhada" de Mitsuko) está escondida enquanto o ataque do raio eco-kumagical (...) continua disparando para vários lados. Mitsuko diz que deveriam ir comer Kureha, afinal nada é capaz de superar a força do desejo. Só que, nesse instante, Ginko dá um contra-ataque àquelas palavras.

Ginko diz que não irá desistir do amor. Enquanto ela sobe a escadaria que levará para o terraço ela diz que não irá desistir, agora que encontrou o verdadeiro amor. Mitsuko rebate, lhe diz que já havia aceitado o desejo. Ginko então dispara:

O Verdadeiro Amor não será quebrado para uma tempestade estúpida. O Verdadeiro Amor nunca me deixará só.


A cena muda, nós passamos para o plano representativo das coisas. A escadaria se transforma na mesma escadaria que leva à Porta da Amizade. A mesma escadaria que aparece no início dos Julgamentos. Ginko diz que pode ouvir Kureha chamando-a. Ela sobe determinada.



Em uma última tentativa desesperada, Mitsuko corre e abraça Ginko. Nós vemos novamente a cena delas na cama negra, despidas, onde Mitsuko argumenta. Elas são ursos. Ela, Mitsuko, é o seu desejo, o seu amor próprio.

Mas Ginko resiste a isso.

A escada se divide em duas e Mitsuko fica para trás. Ginko chega ao topo e se vê diante do espelho onde sua imagem é refletida como a imagem do livro de Reia. Ela então ataca a si mesma e atravessa a barreira (quebrou a casca do ovo! XD)




Ginko chega ao terraço. Ela começa a caminhar, mas Kureha lhe diz para parar. A dor e desespero são evidentes na voz de Kureha enquanto ela tenta convencer Ginko de todas as maneiras que ela a odeia, que deve ir embora, que tudo aquilo é culpa de Ginko.

Mas a ursa não se deixa levar por aquelas palavras cruéis. Ela repete o mantra de jamais desistir do amor e continuar avançando (como nosso Bicha-sensei gosta de frases de efeito né. Acho que nunca mais vou esquecer dessas, de tanto escutá-las).


Kureha se desespera enquanto vê Ginko avançando. Ela sabe que Oki irá atirar a qualquer momento. Ele a chega a vacilar e dizer que não quer perder mais ninguém.

E então, o inevitável. O disparo.

Porém, ele não acerta Ginko. Mas sim Lulu.



Ginko corre até a amiga. Lulu pede desculpas para Kureha por não ter ficado longe. Ela diz que Kureha é uma mentirosa muito ruim. Ela diz a Ginko que Kureha provavelmente já a perdoou por tudo. Lulu afirma mais uma vez que acredita em Ginko e que ela conseguira dar o seu Beijo Prometido. Ela então mostra que recuperou "o futuro" dela, o fragmento do livro que mostra o beijo da Garota da Lua e Garota da Floresta. Lulu sorri, pela última vez, e repete a sua afirmação de ser esperta.

E então, o silêncio da verdade. Lulu está morta.

O grito de desespero de Ginko encerra o episódio.




(Cara, a quebra da música foi algo mortal, não? É pra despedaçar os sentimentos de qualquer um. E a carinha serena da Lulu ursinha então? Isso foi apelação monstruosa, Bicha-sensei!)

Mas, claro, temos uma breve cena pós-créditos. A continuação do Julgamento de Kureha. Life Sexy pergunta se a jovem admite os seus crimes. Sem sabermos a resposta o episódio enfim acaba.

Episódio 11 - Comentários finais


LULUUUUUUUUUUUUUUUU.

Ok, tenho que contar pra vocês que não chorei quando assisti a primeira vez essa cena. Nem na segunda e terceira! Claro que a morte da personagem com maior carisma entre o público foi algo aterrador. Pra mim, diferentemente, apesar de ter sido um momento decisivo, não foi algo realmente surpreendente. A maioria dos expectadores acabou chocado demais com essa morte (Lulu era a Waifu da galera).

Mas, antes disso, vamos falar da direção deste episódio. QUE DIREÇÃO foi essa? Olha que eu achei o episódio 8 maravilhoso em termos de direção e composição, mas este foi notavelmente impressionante. Graças a um comentário em inglês que vi pelo twitter tive curiosidade de pesquisar a respeito de quem dirigiu este episódio. As informações são igualmente impressionantes. Segurem essa.

Quem dirigiu este décimo primeiro episódio de Yurikuma Arashi foi Yuki Yase.

Ok, talvez você não conheça pelo nome, mas é provável que você já tenha visto o trabalho dessa pessoa em ação. E, se viu, é possível que tenha se impressionado com esse trabalho.

Yuki Yase trabalha no Shaft e dirigiu, entre vários episódios da série monogatari, hidamari sketch (e também parece ter trabalhado em episódios marcantes de outras séries). . . Dois episódio bem específicos de Puella Magi Madoka Magica: o famosíssimo episódio 03, que culmina com a morte de Mami e, o episódio 10, onde toda a história de Akemi Homura é revelada.

Eu bem que suspeitava que o diretor desse episódio era alguém de talento, mas isso me deixou com o queixo arrastando no chão! Caramba! Isso que é direção competente! Deu pra sentir esse diferencial

Well, eu poderia fazer milhares de outros comentários aqui, mas não tenho tempo hábil e o último episódio já está no ar. Sem demora volto para falar de como terminou essa saga de amor tão sofrida para Kureha e Ginko.

Será que a Kureha vai se tornar um urso e a Ginko uma humana?! Elas vão viver?! Vão morrer?! Vão morrer e viver ao mesmo tempo?! (Ao estilo Utena sabe, onde a Utena morre para se libertar daquela realidade)
AFINAL , COMO VAI TERMINAR ESSA BAGAÇA?!?!


One Response so far.

  1. Anônimo says:

    Esse anime chegou despretenciosamente e será um dos melhores da temporada.
    Parabéns pelo blog.

Translate to your language:

Seguidores

Parceiros

Parceiros | Yuri

Kiyoteru Fansub
Gokigenyou
Moonlight Flowers
S2 Yuri
Yuri Licious
Yuri Private
Yuri Zone

Parceiros | Blogs e Sites

Anikenkai
Chuva de Nanquim
Elfen Lied Brasil
Gyabbo!
Jwave
MangaBa
Mithril
Mundo Mazaki
nbm² - Nobumami
Netoin!
Shoujismo
Você Sabia Anime?

Arquivo do Blog

Popular Post

- Copyright © | Kono - Ai - Setsu | - fonte para yuri, shoujo-ai e girls love desde 2007 -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -