Posted by : LKMazaki quarta-feira, 8 de maio de 2013


by LKMazaki

HERE COMES A NEW CHALLENGER!!!!

Olá a todos! Mazaki aparecendo na mais nova coluna do Kono-ai-Setsu para salvar o dia (ou simplesmente o tédio momentâneo)! Os leitores mais frequentes devem ter notado o pequeno atraso nas postagens de acompanhamento de Railgun S, mas digo que não precisam mais ficar preocupados. A Big Boss acabou se atrapalhando com os textos por causa do dia-a-dia corrido, então me ofereci para dar assistência (a.k.a. tapar buraco) com esta coluna para que as postagens voltem a ser semanais (senão acabariam é mensais!). Vamos torcer para que logo ela possa reassumir esta coluna e vocês possam se ver livres de mim! (yay)

Mas, falando já de Railgun S, parece que a série também está cooperando para tornar essas postagens mensais. O ritmo dos acontecimentos tem sido quase dignos de um “padrão K-On! de desenvolvimento narrativo por frame ao quadrado”! Tantas emoções, tantos acontecimentos. . . não, nem tantos, para que finalmente descobríssemos que. . .  bom, o que já tava meio óbvio desde o começo, mas vamos lá!

#03 - Boatos dizem. . .

Esta é a primeira vez que estou fazendo uma postagem de comentário (pseudo) semanal de anime, então vou ir comentando o desenrolar dos fatos e tals. Sei lá, se alguém tiver uma sugestão melhor, me avise nos comentários, porque eu sou novata dessa vez!


Rumores, boatos, conversinha pelos cantos. Misaka começa o terceiro episódio cercada por boatos sobre clonagem de espers de level 5. Depois acompanhamos a conversa evasiva que a Railgun teve com a misteriosa (e meio rabugenta, diga-se de passagem) veterana da Nagatenjouki (que estava nas lembranças da pequena Mikoto, eu lembro de você!). Um papinho mole, na minha opinião, mas que deixou a querida Pikachu de Tokiwadai ainda mais encucada com os boatos. Acontece que Misaka não é do tipo que consegue ficar remoendo as coisas quieta, então decide, ao invés de voltar para o dormitório, ir tirar a limpo essa história.


O suspense já está me matando!


Momento educativo: respeite os mais velhos se não quiser apanhar

E, vamos combinar, também tenha sido uma baita sorte da Railgun não ter voltado! Afinal, depois disso acabamos acompanhando a cena com maior teor “maldável” da série até então. Afinal, Kuroko, quem escreveu suas luxuriosas falas cheias de espaços para outros entendimentos nesta cena?! Esse roteirista deveria ser (abençoado) despedido por tentativa de destruição da imagem (nada) pura da melhor personagem da série!

Bom, pelo menos ficou hilário! Só, por favor Kuroko, limpe os rastros dessas perversões noturnas. . .
Me poupe dos detalhes sórdidos, Kuroko!

Voltando ao que realmente interessa, apesar de ainda ser a parte menos empolgante do que uma corrida de apostas envolvendo lesmas, temos. . . ah sim, temos a Misaka com uma roupa diferente do uniforme! Uau. . . tão empolgante que precisavam mesmo ter gasto tempo com uma pequena cena de demonstração de homoafetividade da Saten comentando como gostaria de ver a Railgun em outros trajes, antes da mesma aparecer de tal forma.

Vamos combinar que só usar uniforme limita a quantidade de figures, então faz algum sentido comercial (e nenhum para o enredo).

Bom, sem explicações detalhadas, a Railgun usou sua habilidade elétrica que lhe torna uma super hacker (achei roubalheira) para descobrir detalhes sobre um misterioso projeto que poderia ter haver com os boatos de clonagem. Ela se infiltra, ela se esconde, ela é uma mestra da espionagem. . . daí ela chega no tal laboratório e entra no arquivos na (ela nem imaginava) ser a última chance possível.

Eletricidade, o segredo do hacking. . . mas heim?!
Misaka, boladona demais para não investigar até o fim
Laboratório-secreto-sinistro. . .

O projeto realmente existia e acompanhamos a narrativa do desenvolvimento daquela pesquisa macabra. Uau, eu estava esperando a voz-do-além dizer que eles haviam produzido um exército inteiro e atualmente estavam usando-o para combater no oriente médio (na verdade eu já dei uma olhada no mangá, então sei que não tem oriente médio no meio da trama), mas foi então que para o alívio de Misaka, o histórico da pesquisa chegou à um conclusivo fracasso.

Que boa notícia! Só alguém me explique o porquê do destaque para a bunda nada avantajada da Railgun. Virou várzea, J.C. Staff?

Que alívio, heim, Railgun? De fato não seria nada confortável ter clones, e ainda bem que você não tem (ainda que já esteja evidente que na verdade tem, mas que nos ainda seremos obrigados a aturar um bocado de suspense desnecessário até chegar a isto)! Ufa, fim de jornada, você já pode ir dormir agora (espero que a Kuroko não tenha destruído tudo).

Misaka: Agora tô de boa!

Pra finalizar temos uma cena de “alguém misterioso” deletando as informações sobre o projeto. Oh, mal posso esperar para assistir o próximo episódio! A tensão está me matando (de sono)!

O SUSPENSE. . . O SUSPENSE!!!!


Linha de chegada

E. . .  foi só isso. Realmente estou sentindo uma falta danada dos pequenos arcos de um ou dois episódios da primeira temporada. A história começou lenta pra caramba por ter de início um arco de acontecimentos longos, sem picos intermediários. Cadê lutas? Cadê explosões, porradaria, cadê Kuroko divando?!

Tanto sono na hora do print que apareceu o player!

Enfim,  eu volto muito em breve com os comentários do episódio quatro!

One Response so far.

  1. Que isso, a Mazaki-san no lugar da Se-chan-sama? Oh, bem, me pegou de surpresa, de verdade!

    Foi mais surpreendente que os fatos do episódio, mas tudo bem até aqui. A trama dos cartões de crédito se "explicou"(aspas pois foi meio estranha a estratégia da veterana aí), e tivemos um pouco de "Kurokoservice" que valeu a pena (só espero que ela lembre de limpar tudo depois...), mas foi um episódio de exposição. Agora o plano maligno já foi revelado, a protagonista acredita estar tudo bem e enquanto circo não pega fogo, devemos ter ainda mais um ou talvez dois episódios bem nesse gênero...mas espero que com mais choque-do-trovão e menos conversa mole, mesmo que não tenha sido ruim de fato, só um tanto desnecessário. Enfim...

    Ah, sim, Mazaki-san, a conveniência de roteiro marcou presença, deveriam estar com problemas para preencher o tempo do episódio e decidiram fazer aquela cena da Saten. Alias, nem se pode dizer que ela mudar de roupa foi jogada para fazer mais figures, veja a Homura, que só apareceu usando aquele uniforme e nem a roupa de garota mágica dela era muito diferente daquilo, e mesmo assim tem figures dela com vestidos, biquíni...
    E o comentário sobre o close na bunda da Misaka merece meu "joinha", hehehe...

    Mazaki-san, foi um bom post, para uma primeira vez pareceu estar bem acostumada, nem precisa mudar coisa alguma.

    Bem, acho que já me estendi demais, até o próximo post, Mazaki-san!

    PS: desculpe a demora, ando meio perdido mesmo, mas comentarei sempre, mesmo que atrasado vários dias!(Ainda estou devendo um comentário no capítulo três de Shadow...)
    E sobre eletricidade usada para hackear, isso realmente forçou. Criar estática e interferir/danificar tudo bem, mas controlar e hackear ficou estranho. Mas o episódio valeu por vermos a Kuroko em uma cena de "cute-rape"(Nem me pergunte como uma cena de "rape" pode ser "cute"...) a ponto de causar arrepios na Misakachu. Esse roteirsta não deve voltar para o próximo episódio...

Translate to your language:

Seguidores

Parceiros

Parceiros | Yuri

Kiyoteru Fansub
Gokigenyou
Moonlight Flowers
S2 Yuri
Yuri Licious
Yuri Private
Yuri Zone

Parceiros | Blogs e Sites

Anikenkai
Chuva de Nanquim
Elfen Lied Brasil
Gyabbo!
Jwave
MangaBa
Mithril
Mundo Mazaki
nbm² - Nobumami
Netoin!
Shoujismo
Você Sabia Anime?

Arquivo do Blog

Popular Post

- Copyright © | Kono - Ai - Setsu | - fonte para yuri, shoujo-ai e girls love desde 2007 -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -