Posted by : LKMazaki segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Heart 11 – Almas Gêmeas


                Negi se sentia estranhamente incomum naquela manhã, afinal não era sempre que Konoemon Konoe lhe chamava a sua sala e dizia que precisava conversar algo um pouco mais sério e pessoal. Ele com toda a certeza tinha recebido sua pequena bronca pela falta de suas alunas que foram a Kyoto, então não havia nada que justificasse a súbita vontade do diretor em bater um papo mais pessoal com o garoto. Mas agora tudo o que ele podia fazer era se questionar enquanto observava o ancião que parecia hipnotizado pela paisagem que via por sua enorme janela:

                - Sabe Negi, existem conhecimentos mágicos antigos que estão quase esquecidos do mundo. – começou o homem sem sair de sua observação. O garoto por sua vez mexeu-se na sua posição ali em frente a sua mesa.

                - Magias tão profundas e antigas que sequer notamos mais, mas que porém podem fazer roda a diferença na vida das pessoas, em seus destinos, poderes e até a sua felicidade.

                O único som que se escutava no recinto era o leve tic-tac do relógio de parede presente.

                - Eu, com minha idade todo, também já não sei mais sobre muitas dessas sutis magias. Porém ainda conheço algumas. E é sobre isso que eu queria lhe falar.

                Negi quase não respirava. O tom daquela conversa (ou seria monólogo?) estava se tornando mais profundo e, incrivelmente, pessoal:

                - Negi.... como todo mundo acho que você já ouviu falar em almas gêmeas, não é?

                - Sim... diretor.

                - Então... e como todos os magos, você também sabe que essa idéia não passa de fantasia.

                - É.... acredito que sim.

                - Mas não é.

                - ...

                - Almas gêmeas nada mais são do que almas extremamente compatíveis uma com a outra. Os par Magister-Minister mais poderosos, normalmente são almas gêmeas, mesmo que não saibam. Isso não está puramente relacionado a romances.

                - Entendi...

                - Sabe... quando eu formei a minha família, eu confesso que imaginei como ela cresceria e se tornaria próspera. Mesmo quando minha filha querida me apresentou o homem que desejava que fosse seu marido, eu estava no controle. Era tudo como eu imaginava.

                Sem saber o porque, Negi contornou a mesa e passou a observar também a janela enorme. Ali conseguia ver vários estudantes passando, caminhavam, corriam, viviam suas vidas felizes e simples de alunos:

                - Eu realmente sempre gostei de ter o controle das coisas, foi assim que evitei muitos conflitos mágicos neste país.

                Negi pegou se perguntando se já cruzara com a sua alma gêmea alguma vez.

                - Quando vi minha neta nascer, fiquei tão feliz. Vi nela uma mulher tão poderosa quanto poderia ter sido um herdeiro homem. A magia que existe nela é simplesmente maravilhosa e encantadora.

                - Konoka é realmente uma pessoa fora de série. – concordou Negi, tentando não pensar onde aquela conversa estava indo.

                - Quando a vi nascer eu tive certeza do seu futuro brilhante. Minha neta, uma pessoa maravilhosa.

                - Mas, porque as coisas não poderiam ser como eu estava prevendo?

                O coração de Negi deu um salto, ele viu ao longe, Asuna, Konoka e Setsuna caminhando e conversando animadamente, por algum milagre do destino, ou talvez sarcasmo, justamente naquela manhã elas estava vindo em um horário cedo para as aulas.

                - Eu tenho que te confessar, jovem Springfield. Eu quase cometi um terrível crime no passado, para preservar a minha querida neta. Para que ela ainda tivesse seu futuro brilhante.

                Negi realmente sentiu-se a pessoa mais azarada de todas por ter que ser ele a escutar aquelas verdades sombrias e amargas sobre a vida do grande Konoemon Konoe. Será que ele o escolhera pelo carinho que tinha pelo seu pai? Ou talvez por ele não ser adulto o bastante para fazer as confissões do homem parecerem tão desprezíveis.

                Será que simplesmente ele precisava desabafar e não tinha a quem?

                - Eu não consigo aceitar que qualquer coisa manche o lindo futuro da minha Konoka. Eu queria tanto ter o controle da situação.

                - Mas, como eu disse, existem magias tão antigas e profundas, que nada no mundo pode ir contra elas. E eu mesmo.... eu mesmo não consigo pensar em fazer minha neta tão infeliz. Estou realmente em uma situação difícil.

                Apesar de que Negi se sentia ainda mais azarado naquele momento.

                - Às vezes penso que eu deveria deixar o destino fazer a sua parte, pois ele é sempre tão sábio.

                - ...

                - Mas muitas noites, eu me arrependo de não ter acabado com isso tudo antes de chegar a este ponto.

                - ....




                - Natal no domingo é a melhor coisa que existe!! – exclamou Asuna, pegando um pedaço bem grande de torrada e enxendo a boca completamente.

                Era uma animada manhã de 25 de dezembro no quarto dela, Konoka e Negi. Nesse café da manhã comemorativo eles tinham a companhia de Setsuna, Yue e Nodoka. As duas cdfs estavam praticamente terminando toda a tradução junto com o professor e eles já começavam a discutir animados o que fariam com tudo aquilo que haviam descoberto:

                - Então existem amuletos que selam esse poder tão poderoso e esses amuletos estão em outros mundos mágicos próximos? – perguntou Konoka interessada.

                - Exatamente, e o livro ensina até a construir uma máquina mágica para descobrir onde estão localizados exatamente os amuletos. – explicou a livreira, que estava verdadeiramente empolgada.

                - Então ferrou ne. Se os amuletos estão em outros mundos mágicos, como é que você vai atrás deles Negi? – questionou Asuna já se servindo de mais ovos fritos.

                - Na verdade eu estava pensando em usar as férias de verão... – disse o garoto.

                - Você tá determinado mesmo ein Negi. – comentou Konoka, desviando o olhar meio abobalhado em excesso que dava para a espadachim sentada a uma distancia segura para manterem algum inútil disfarce.

                - Então toda a Ala Alba vai ir também. – concluiu Asuna.

                - V-Vocês não deveriam!!! Será perigoso! – recriminou o garoto.

                - Cê sabe que agente dá conta do recado Negi-tampinha. – riu-se Asuna e as outras sorriram. É claro que não iam perder jamais aquela aventura.

                - Ai ai... – resmungou o garoto deixando escapar um sorrisinho.

                Foi nesse momento que inesperadamente um pequeno shikigami de pássaro entrou pela janela aberta do quarto e soltou um pequeno envelope, partindo a seguir. Setsuna o agarrou no ar, instintivamente, apesar de não fazer idéia do que poderia ser, mas logo identificou a marca que o Diretor utilizava em suas correspondências, no papel do envelope.

                Negi engoliu em seco. Não havia comentado com ninguém a complexa conversa que tivera com o Diretor a menos de três dias atrás. Claro que a correspondência não deveria ter nada haver com aquilo, mas somente a lembraça já o deixava nervoso:

                - O que será que meu avô quer? – perguntou Konoka, esquecendo da distancia que existia entre ela e a shinmei, indo para o seu lado para lerem juntas, o que Setsuna acabou permitindo porque ficou distraída com a súbita proximidade.

                O texto era extremamente curto e simples:

               “Setsuna-kun, Estamos lhe aguardando na sala do diretor.
Eishun Konoe
Konoemon Konoe”.

                As duas garotas sentiram naquele momento um excesso de medo que ficou completamente evidente na cara das duas, principalmente da espadachim. Até mesmo a baka-red compreendeu o que deveria ser o sentindo daquela pequena carta naquela bonita manhã de natal.
                Problemas.

4 Responses so far.

  1. Tania says:

    Hehe a história ta cada vez melhor :D
    Adoro quando entra nesse clima tenso *-*
    Obrigada lilian, ta mtu legal o Heart

  2. Que bom que está gostando de Heart, Tania, valeu o comentário, me faz mais inspirada e feliz, uhauahauha *-*

    Mas ó, só pra deixar a curiosidade, se o clima tenso agrada, cê não perde por esperar a próxima fase do Mastered Negima: Destiny. ;D *adora fazer mistério xD*

  3. Anônimo says:

    Lilian, vc escreve mto bem!
    estou realmente ansiosa pelo proximo capítulo =D

  4. Fico mesmo feliz que goste do fic =3
    Esse é quase o final de Heart, mas prometo que ainda vai ter mais logo *o*

Translate to your language:

Seguidores

Parceiros

Parceiros | Yuri

Kiyoteru Fansub
Gokigenyou
Moonlight Flowers
S2 Yuri
Yuri Licious
Yuri Private
Yuri Zone

Parceiros | Blogs e Sites

Anikenkai
Chuva de Nanquim
Elfen Lied Brasil
Gyabbo!
Jwave
MangaBa
Mithril
Mundo Mazaki
nbm² - Nobumami
Netoin!
Shoujismo
Você Sabia Anime?

Arquivo do Blog

Popular Post

- Copyright © | Kono - Ai - Setsu | - fonte para yuri, shoujo-ai e girls love desde 2007 -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -